Como ser aprovado na OAB em 6 passos.

Muito bem, se você chegou até aqui é porque está procurando descomplicar o Exame Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil.

Ultimamente, o índice de reprovação no exame da OAB tem alcançado até 85% de reprovações. Muitos pessoas só percebem o grande bicho de 7 cabeças quando já estão formadas e não conseguem a aprovação, fazendo várias e várias tentativas frustradas. Conheço pessoas que falam:

“Meu Deus, fiquei 5 anos nessa faculdade estudando, e agora não posso advogar”.

Sim, é um grande pesadelo viver com tal angústia, mas cada vez mais normal dentre os bacharéis em Direito.

Mas por onde começar? Vamos lá, você vai receber todas as instruções e orientações para você dar o primeiro passo rumo a sua aprovação.

Na primeira fase do exame de ordem da OAB são elaboradas 80 questões objetivas envolvento 17 disciplinas diferentes, e para ser aprovado é necessário acertar pelo menos 50% da prova, ou seja, 40 questões.

Mas como comprimir 5 anos de estudos e 17 disciplinas diferentes?

Este é o primeiro erro que você não pode cometer, é teoricamente impossível você aprender, ou ainda decorar todo o conteúdo que o exame de ordem da OAB coloca no edital para você estudar.

Não procure saber tudo, ou seja, todos os 5 anos da Faculdade de Direito, isso é impossível, priorize as que você possui maior afinidade e principalmente com maior número de questões.

Imaginar que você deve saber tudo que é cobrado no edital implica em uma série de fatores psicológicos e emocionais que te levam a acreditar que você simplesmente não sabe nada.

A melhor forma para você alcançar a aprovação é trilhar uma estratégia certeira, com as disciplinas que você mais domina e focar naquelas com maior número de questões.

Vamos então conhecer os 6 passos para aprovação na OAB:

1) Motivação

Passar no exame da OAB é uma prioridade para sua vida?

Você está disposto a sacrifícios para conquistar a aprovação?

Pessoas que entendem o significado das perguntas acima, estão dispostas a tudo para conquistar a aprovação. Você deve viver o EXAME DA OAB, ou seja, pensar nele 24 horas, até sonhar com a prova, disciplinas assuntos, questões, professores etc.

Parece maluquice, mas é exatamente isso que você deve fazer. Passa mais rápido na prova da OAB, aqueles alunos mais motivados e não que sejam os mais inteligentes.

2) Organização

Você precisa criar um hábito diário de estudo até a prova. Não vamos entrar no mérito de quantas horas você precisa estudar por dia, a questão neste momento não é essa, mas sim a essencialidade de uma rotina de estudos: 15 minutos, 30 minutos, 1 hora por dia, independentemente do tempo, o mais importante é você estar familiarizado com o “ato de estudar”, sua mente e seu corpo precisam estar em consonância com essa rotina o quanto antes.

Quantas horas livres você possui de segunda a sexta?

Quantas horas você vai entregar nesta reta final para alcançar a aprovação na OAB?

Na realidade o que você precisa é de um método efetivo de estudos e um planejamento diário. É essencial ter um cronograma de estudos e adotar uma rotina que faça com que você estimule isso todos os dias. Minha sugestão para os primeiros 30 dias de estudos:

Cumpra suas metas diárias, minha sugestão é para você começar pequeno e ir aumentando as horas liquidas de estudos conforme você for estabilizando uma rotina.

A frase que deve nortear este ponto que estamos abordando é:

“Sacrifique seu presente para conquistar o futuro”.

3) Estratégia Certeira

Estudar apenas as disciplinas escolhidas com estratégia, pois é praticamente impossível você estudar as 17 disciplinas cobradas pelo Exame de Ordem. Trata-se de um dos maiores erros e muito comum aos que pretender fazer a prova.

É essencial que você saiba selecionar as melhores disciplinas para a sua preparação.

O mais correto é você fazer um contra ponto entre:

Matérias com maior número de questões na prova X Matérias que você tem facilidade X Matérias com menor conteúdo complexo.

Um grande exemplo disso é a disciplina Ética! Que possui um grande número de questões na prova e é de fácil aprendizado pois seu conteúdo não envolve matéria complexa. Resumindo serão 8 questões garantidas.

Selecionar as matérias que serão estudadas é crucial para a sua aprovação, e em ordem de prioridade selecione sempre a matéria que você tem mais facilidade, observe o número de questões de cada disciplina em sua prova:

1. Ética – 8 questões

2. Dir. Constitucional – 07 questões

3. Civil – 07 questões

4. Proc. Civil – 07 questões

5. Dir. Administrativo – 06 questões

6. Dir. Penal – 06 questões

7. Proc. Penal – 06 questões

8. Dir. do Trabalho – 06 questões

9. Proc. do Trabalho – 05 questões

10. Dir. Empresarial – 05 questões

11. Dir. Tributário – 05 questões

12. Dir. Ambiental – 02 questões

13.Dir. Internacional – 02 questões

14. Dir. do Consumidor – 02 questões

15. Dir. Humanos – 02 questões

16. Filosofia – 02 questões

17. ECA – 02 questões

4) Estudo de Alto Desempenho

Nesta etapa entram os “inputs” que são as entradas de informações teóricas para assimilação de conteúdo.

Aqui se faz necessário saber o que irá aprender, como aprender, quando aprender e o porquê aprender.

Você precisa de materiais de qualidade para instruir os seus estudos e ser aprovado.

Todos os anos mais de 300 mil examinandos são reprovados na OAB, simplemente não souberam estudar, geralmente enfrentam pensamentos como:

  • São muitas disciplinas para estudar.
  • São muitos anos de estudos para lembrar.
  • Parece algo realmente muito difícil.
  • Estou perdido e inseguro.

Bom, entenda uma coisa: Só ler não é estudar, só ouvir não é estudar.

Antes de aprender algo, você precisa apender a aprender. Uma técnica muito interessante de estudo é a técnica do Estudo Falado, que consiste em você ler, falar e ouvir.

É comprovado estatisticamente que apenas uma percepção, por exemplo ler, tem uma porcentagem muito baixa de efetividade de aprendizado, no caso “ler” essa porcentagem gira de torno de 3%. Então o ideal é estimular 3 percepções, a leitura, a fala e a audição, e como funciona isso?

1o. PASSO: Você faz a leitura do assunto a ser estudado, não precisa aqui fazer uma leitura falando, sugiro uma leitura silenciosa, mas atenta, sem qualquer tipo de distração por perto (principalmente celular).

2o. PASSO: aqui você vai ligar uma gravador e começa a “dar uma aula” sobre aquilo que você leu.

3o. PASSO: você deve escutar a “aula” que você fez para si mesmo.

Apenas com estes 3 passos você estimulará não só uma percepção, mas três sobre um mesmo conteúdo.

5) Simulados

A cereja do bolo está na resolução de questões e simulados.

Existem dezenas de sites que dispinibilizam provas na internet para você testar os seus conhecimentos.

A resolução de questões aumenta em até 37% a sua capacidade de assimilar uma questão de forma correta ao ler um enunciado.

Os simulados têm função crucial na sua jornada rumo a aprovação, pois além de te dar assimilaridade em relação a abordagem da banca examinadora, ele ainda te dá um excelente indicativo de seus pontos fortes e seus pontos fracos.

Você lembra que eu disse que era um erro estudar todas as 17 disciplinas para o exame de ordem? Pois então, o simulado vai te guiar para saber em qual matéria você detém maior conhecimento, desta forma podemos identificar um caminho mais plausível para os seus estudos.

Faça sempre simulados! As pessoas têm o costume de priorizar o estudo teórico e “seco” do material, mas isso é uma grande armadilha. O posicionamento prático traz assimilaridade efetiva sobre o ponto teórico, o seu índice de aprendizado é 42% maior quanto você põe em prática.

Posso garantir que a chave para a sua aprovação está nas questões que você vai fazer durante a aprovação.

O ideal é que você acompanhe as questões e o gabarito de respostas, a mente humana tem a tendência de memorizar melhor os erros, para cada questão respondida erroneamente verifique o gabarito e tome nota da justificativa daquela questão.

6) Controle Emocional e Comportamental

Nesse aspecto é que muitas pessoas acabam se abalando e sendo reprovadas. Infelizmente vivemos em uma geração em que a ansiedade permeia em muitas mentes ainda enquanto jovens, males como a procrastinação, desmotivação, indisciplina e medo são os principais problemas emocionais identificados em pessoas que não conseguem alcançar a aprovação pelo simples fato de não controlar suas emoções e comportamentos.

Quais as emoções que mais te prejudicam nos estudos?

Quais comportamentos nagativos que mais te prejudicam nos estudos? Saber a resposta para as perguntas acima e tomar medidas para contorná-las é crucial para sua aprovação.

Sugiro criar frases positivas como por exemplo se você se acha ansioso falar constantemente quando bater a ansiedade: NÃO SOU ANSIOSO, SOU VENCEDOR.

CONCLUSÃO

Passar na OAB não é nenhum bicho de sete cabeças, o que você precisa ter é um bom planejamento associado a disciplina, organização e estratégia de ataque.

Criar uma rotina de estudos não é fácil, porém é simples, basta você querer e colocar em prática as dicas que citei.

O seu maior aliado e o seu maior inimigo é você. Cumpra as suas tarefas diárias, dentro do período que você mesmo definiu e veja a evolução do seu desempenho.

Os resultados do estudo são como uma bola de neve rolando em uma ladeira de gelo, no início demoram a se formar, mas com o tempo ficam cada vez maiores e mais rápidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s